Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Home

Navigation

Apoiar a execução global das Diretrizes Fornecimento Responsável para o açúcar da Nestlé

Proforest está agora trabalhando com a Nestlé, maior empresa de alimentos e nutrição do mundo, para desenvolver e implementar suas Diretrizes Fornecimento Responsável (RSGs) para o açúcar. As diretrizes incluem critérios ambientais e sociais e complemento dos objetivos da 'Criação de Valor Compartilhado' da Nestlé. A primeira versão dos RSGs já foi desenvolvido, e o Proforest está atualmente iniciando o processo para trabalhar diretamente com os fornecedores da Nestlé para apoiá-los na complementação dos RSGs.

A Nestlé iniciou um amplo programa para desenvolver e implementar orientações de  Fornecimento Responsável (RSGs) para todas as principais culturas de commodities que a empresa adquire. O objetivo deste programa é garantir que essas matérias-primas são obtidas a partir das fontes mais ambientalmente e socialmente responsáveis.

Os RSGs de açúcar que foram desenvolvidos em 2011 definem os requisitos de desempenho social e ambiental necessários, inclusive sobre a gestão da água, para produção de açúcar. Eles também incluem alguma orientação sobre a sua aplicação.

Em 2012, o Proforest irá trabalhar com a Nestlé para iniciar o processo de mapear suas cadeias de suprimentos globais de açúcar e para começar a avaliar fornecedores prioritários contra os RSGs. A Nestlé vai apoiar fornecedores que ainda não são capazes de satisfazer os RSGs, mas se comprometeram a tornar-se complacente. O apoio irá incluir auditorias de campo para avaliar o nível atual de cumprimento RSG, e para determinar planos de ação necessários à sua execução.

O diretor do Proforest, Neil Judd comentou: "Essas diretrizes ambiciosas definem um ponto de referência responsáveis de abastecimento de açúcar; a sua implementação irá garantir que os meios de subsistência de pequenos agricultores sejam uma consideração central em cadeias de abastecimento de açúcar da Nestlé, e que os contratos da Nestlé impulsionam as melhores práticas sociais e ambientais na produção de açúcar. "

Publicado 14.03.2012